Dunlop erra e estampa bandeira separatista em bonés da Moto3 no GP da Catalunha

Dunlop erra e estampa bandeira separatista em bonés da Moto3 no GP da Catalunha

O fornecedor de pneus da classe Moto3 do Mundial de Velocidade cometeu o deslize após a classificação. Assim que percebeu do erro, forneceu bonés sem bandeiras aos pilotos.

A Dunlop cometeu uma grande gafe na impressão da bandeira da Catalunha nos bonés entregues aos pilotos da Moto3. Ontem, sábado dia 26, o fornecedor de pneus da Moto3, ilustrou a bandeira estrelada, que pertence ao movimento separatista catalão.

A flâmula oficial é chamada de Senyera, com fundo amarelo e quatro listras vermelhas, estabelecida como um dos símbolos nacionais pelo Estatuto de Autonomia da Catalunha. A aparência é semelhante a de Aragão.

Dunlop Moto3

Já a Estelada Blava, como é chamada na língua local, foi adotada pelos movimentos nacionalistas catalães e, especialmente, independentistas. A imagem é igual a de Senyera, mas com um triângulo azul e estrela de cinco pontas, inspirada nas bandeiras da independência de Cuba e Porto Rico. Entretanto, é considerada ilegal e desafia a Constituição de 1978.

Portanto, a ilustração dos bonés que Tony Arbolino, Raúl Fernández e Gabriel Rodrigo ganharam após o registo de tempos estava errada. Numa rede social, a Dunlop desculpou-se e escreveu que “hoje, alguns pilotos Dunlop receberam um boné que continha um erro de impressão. Assim que percebemos, as peças rapidamente foram substituídas. Sentimento pelo erro”.

A Catalunha vem num longo processo de tentativa de separação de Espanha. Em 2017, um referendo foi realizado para saber se a população gostaria da independência e 90% dos votos foram favoráveis. Entretanto, toda a votação foi marcada por polémicas, pois a Suprema Corte da Espanha a rotulou como ilegal sob a alegação de que viola a Constituição.