WSBK: Ana Carrasco mostra sem pudor o seu novo ‘fecho’ nas costas

WSBK: Ana Carrasco mostra sem pudor o seu novo ‘fecho’ nas costas

Ana Carrasco já está em casa pronta para iniciar a reabilitação das costas. A piloto espanhola sofreu uma grave queda no dia 11 de setembro durante os testes privados realizados no Circuito do Estoril, palco da última jornada da temporada WSBK em outubro próximo.

156347

Após um primeiro atendimento médico no circuito para estabilizar as costas, Ana foi transferida para o Hospital São Francisco de Xavier Lisboa. Lá, os médicos encontraram fraturas nas vértebras D4 e D6 que, felizmente, não afetaram a medula espinhal. 24 horas depois, Ana viajou de avião para Barcelona para entrar diretamente na Clínica Dexeus, onde um novo exame também detectou uma pequena fratura na vértebra T3.

image.aspx

Finalmente, no dia 15 de setembro, quatro dias após a queda, Ana Carrasco colocou-se nas mãos da Dra. Ubierna e a sua equipa para estabilizar as fraturas e verificar se realmente não havia nenhum tipo de problema na medula espinhal.

Ana-Carrasco-

A intervenção foi um sucesso retumbante, o que permitiu Ana deixar o Dexeus seis dias depois de ser operada, momento em que Ana iniciou a sua pré-temporada particular depois de confirmar que não poderá continuar a competir este ano no Supersport 300 Mundial, focando-se 100% na reabilitação das costas, caminho que, segundo os médicos, vai durar cerca de três meses.

Hoje, a espanhola partilhou uma imagem dela nas redes sociais em que mostra a enorme cicatriz nas costas, um ‘fecho zíper’ gigantesco em que os grampos cirúrgicos ainda são visíveis e do qual Ana guardará memória para toda a vida.