ESBK: Almeida e Bolaño pontuam em Valência

ESBK: Almeida e Bolaño pontuam em Valência

Fruto da sua evolução e crescimento como piloto Afonso Almeida conseguiu este fim-de-semana na terceira prova do ESBK 2020 o seu primeiro ponto numa competição fora das fronteiras de Portugal. O cenário desta conquista foi o traçado mundialista do circuito Ricardo Tormo onde o jovem de apenas 11 anos de idade lutou de forma brilhante para cruzar no domingo a linha de meta na 15ª posição, somando assim o seu primeiro ponto no competitivo campeonato Moto4, o primeiro também para a equipa do Miguel Oliveira Fan Club.

Após ter conseguido a 15ª posição na grelha de partida, entre os 24 concorrentes que alegram e discutem cada centímetro de pista na ‘escola’ que são as Moto4, foi na quinta linha que o piloto da BP Ultimate arrancou para as 12 voltas aos 4005 metros do traçado espanhol. Num fim-de-semana onde nem sequer a proximidade do Mediterrâneo trouxe frescura ao asfalto, as temperaturas foram sempre elevadas ao longo dos dois dias de competição, Afonso Almeida fechou a primeira corrida em 17º, a apenas 1 segundo do 13º, ficando claro que no dia seguinte poderia mesmo somar os seus primeiros pontos fora de Portugal, o que veio a acontecer quando na segunda corrida conseguiu uma muito positiva 15ª posição e somou o seu primeiro ponto no campeonato.

‘Foi um momento muito especial e reflete todo o trabalho que o Afonso tem vindo a fazer não de agora mas desde que começou a competir na Oliveira Cup. Aos 11 anos de idade ‘cresce’ a cada corrida e este ponto, que para muitos pode parecer pouco, é muito importante e estou seguro que vai pontuar mais vezes este ano. Ele trabalhou para este momento e estamos muito orgulhosos dele.’ Afirmou Paulo Oliveira no final de mais uma ronda deste competitivo campeonato, contando no Ricardo Tormo com 170 pilotos oriundos de 27 países distintos.

Afonso Almeida

Candidato a lugares de pódio, que tinha conseguido na ronda anterior em Barcelona, Iván Bolaño não teve no entanto um fim-de-semana para recordar e depois de ter sido o quarto mais veloz nos treinos cronometrados, o que lhe valeu arrancar a abrir a segunda linha da grelha de partida, o piloto de Badajoz foi no entanto forçado a abandonar antes do arranque da corrida devido a um problema com o sistema de travagem, sem possibilidade de solução em tempo útil. Na segunda corrida foi um dos animadores do pelotão e entrou no lote de oito que discutiram a vitória, assegurando a segunda volta mais rápida em corrida a caminho da oitava posição final a escassas 1.4 segundos do vencedor.

Os dois pilotos da equipa de Miguel Oliveira regressam ao ESBK nos dias 26 e 27 de setembro para mais uma etapa, a quarta, deste competitivo campeonato, agora no traçado de Jerez de La Frontera. Antes, já no próximo fim-de-semana, a equipa está no Estoril para mais uma ronda do CNV, a penúltima do ano.