WSBK: Ana Carrasco operada a fratura em vértebras após acidente e fica fora da Supersport 300 em 2020

WSBK: Ana Carrasco operada a fratura em vértebras após acidente e fica fora da Supersport 300 em 2020

Após sofrer forte acidente durante um teste em Portugal, é previsto que a espanhola comece a recuperação para voltar às pistas dentro de três meses.

Ana Carrasco passou pela sala de cirurgia e não volta para a temporada 2020 do Mundial de Sportsport300. Após sofrer um forte acidente em Portugal e fraturar três vértebras, a piloto espanhola foi operada nesta terça-feira com sucesso, para estabilizar a lesão.

Quando participava em treinos no Estoril na última semana, a piloto sofreu uma forte queda e lesionou as vértebras T3, T4 e T6 (na parte torácica). Num primeiro momento, foi levada ao Hospital São Francisco de Xavier, em Lisboa, antes de ser transportada de regresso a Espanha.

Então, após avaliações dos últimos exames, a equipa médica, a piloto e a Provec Racing, a sua equipa na categoria, optaram por realizar um operação, feita pela médica Maria Teresa Ubierna e toda a equipa da Clínica Dexeus em Barcelona.

A previsão é que Carrasco consiga sentar-se e andar pouco após a operação, e em três semanas consiga começar exercícios isométricos. Ainda, é esperado que a piloto da Kawasaki volte com a sua recuperação para reressar às pistas em três meses, perdendo o restante da temporada 2020. Hoje, a piloto está na quinta posição da classificação com uma vitória e dois pódios.

Ana estava em 2020 a tentar o seu segundo título na categoria de acesso ao Mundial de Superbike. Em 2018, a espanhola sagrou-se como a primeira mulher campeã mundial de motociclismo. No ano passado, completou o campeonato no terceiro posto.