MotoGP: Morbidelli domina em San Marino. Quartararo cai duas vezes. Oliveira em 11º

MotoGP: Morbidelli domina em San Marino. Quartararo cai duas vezes. Oliveira em 11º

Morbidelli tomou a ponta nos primeiros metros e disparou para vencer em Misano, à frente de Francesco Bagnaia e Joan Mir. Francês da SRT caiu duas vezes e não completou a corrida.

Franco Morbidelli não podia ter sonhado com um domingo melhor. Depois de conhecer a dor de abandonar em Andaluzia, estrear o pódio de MotoGP em Brno e levar um susto enorme num acidente na Áustria, Morbidelli provou o doce sabor da vitória numa corrida em casa, já que se pôs dominante no GP de San Marino e da Riviera de Rimini vencendo com 2s217 à frente.

Quando as luzes se apagaram, o pequeno público de 9.970 pessoas viram Morbidelli a saltar para ponta, com Valentino Rossi tomando o segundo lugar ainda na curva 1. O mais experiente dos italianos até ensaiou algumas tentativas de ultrapassagem, mas Franco manteve a ponta. A dupla, então, descolou-se um pouco do pelotão, mas Jack Miller não deixou as Yamaha escaparem.

Com 17 voltas para o fim, Morbidelli e Rossi seguiam próximos, mas com o multicampeão já a sustentar mais de 1s de margem para Miller. Pouco depois, Valentino errou e não só se afastou de Franco, como facilitou a aproximação do australiano da Pramac.

O italiano acabou 0s353 atrás do pódio e brincou simulando um choro ao fim da corrida. Rins ficou em quinto, à frente de Viñales, que até mostrou um ritmo melhor no fim da corrida, mas já tinha perdido demais no inicio.

Apagado ao longo de todo o fim de semana, Andrea Dovizioso surgiu em sétimo, seguido por Takaaki Nakagami, a melhor Honda. Miller caiu para nono, com Pol Espargaró a fechar o rol dos dez melhores.

1024

Já Miguel Oliveira terminou a corrida na 11º posição.

Com o regresso às corridas após o histórico triunfo na Áustria, o piloto português largou da 12ª posição da grelha, caiu algumas posições após o arranque, conseguiu escalar até à 10ª posição, mas terminou a prova no 11º posto.

Com este resultado, Miguel Oliveira soma mais cinco pontos no Mundial de Pilotos.

Classificação do GP de San Marino de MotoGP:

Screenshot_2MotoGP