MotoGP: Morbidelli protesta contra racismo em capacete e lembra: “Somos todos iguais”

MotoGP: Morbidelli protesta contra racismo em capacete e lembra: “Somos todos iguais”

Franco Morbidelli levou o movimento contra o racismo para dentro do paddock do MotoGP. O piloto da Yamaha SRT aproveitou a corrida em casa para usar um capacete temático inspirado no filme ‘Faça a coisa certa’, de Spike Lee, e clamou por igualdade em vários idiomas.

Um desenho de Morbidelli estilizado como a personagem Mister Señor Love Daddy, um radicalista interpretado por Samuel L. Jackson no filme de 1989. O clássico, que foi produzido, escrito, dirigido e protagonizado por Spike Lee, conta uma história de tensão racial no Brooklyn, em Nova Iorque, e, em 1999, foi considerado pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos um filme “cultural, histórico e esteticamente significativo.”

Morbidelli protesta

Após garantir o segundo lugar na grelha de Misano para este domingo, Franco justificou a escolha e contou que queria tratar de um assunto importante de maneira leve.

Quando decidi fazer um design especial para o evento deste ano, queria sobre um assunto importante: o racismo“, explicou Morbidelli. “Este ano começou realmente mal e muitas coisas pouco agradáveis aconteceram em 2020“, seguiu.

Eu queria passar uma mensagem de igualdade em diferentes idiomas também, porque esta é uma das coisas mais importantes de lembrar: somos todos iguais. E o vírus lembra-nos disso de uma forma ruim. Precisamos lembrar das coisas boas também, e acho que foi a melhor maneira de mandar uma mensagem da forma mais leve possível”, completou.