Na luta pelo título da Moto2, Martín contrai Covid-19 e fica fora do GP de San Marino

Na luta pelo título da Moto2, Martín contrai Covid-19 e fica fora do GP de San Marino

O terceiro posicionado na Moto2 vai perder pelo menos a primeira etapa das duas corridas em Misano. É o primeiro caso positivo do novo coronavírus entre pilotos do Mundial.

Jorge Martín vai ficar de fora do GP de San Marino e da Riviera de Rimini de Moto2 neste fim de semana. O piloto da Ajo testou positivo para o novo coronavírus e, assim, tem de cumprir isolamento. É o primeiro caso de Covid-19 entre pilotos do Mundial de Velocidade.

Como determina o protocolo do MotoGP, Martín foi testado na véspera da corrida de Misano e acabou com um teste positivo para o Sars-CoV2, o que impede a entrada no paddock para a corrida do próximo fim de semana. O circuito Marco Simoncelli, aliás, recebe uma segunda etapa do Mundial no dia 20, antes de seguir para Barcelona para o GP da Catalunha, marcado para o dia 27.

Moto2 Jorge Martín

Martín hoje ocupa a terceira posição no campeonato de Moto2, empatado com Enea Bastianini em 79 pontos. Luca Marini lidera com 87.

Em nota enviada à imprensa, o MotoGP confirmou dois testes positivos: o de Martín e de um mecânico de uma outra equipa.

Este não é o primeiro caso de Covid-19 no paddock do MotoGP. No inicio de agosto, a Dorna, promotora do Mundial, precisou de isolar um funcionário da equipa de TV após testar positivo num teste feito para a etapa seguinte, na Áustria.

A corrida deste fim de semana é a primeira em que o público poderá comparecer ao autódromo, mesmo que em número bastante reduzido. Além disso, a imprensa escrita também foi autorizada a aparecer em Misano.