Teste Royal Enfield Bullet Trials: Conduzir sem esforço, sem pressa e com estilo

Teste Royal Enfield Bullet Trials: Conduzir sem esforço, sem pressa e com estilo

Um regresso às origens, para quem quer redescobrir o profundo significado do motociclismo.

Marca britânica e indústria indiana, esta é a condição (invejável) da Royal Enfield, na qual coexistem bem dois valores que o mundo parece apreciar nos últimos anos e que elevaram a produção de 15.000 motos por ano para 15.000 motos por mês em pouco tempo. 

 

Igual a si mesmo desde 1932, ano em que apareceu, a Bullit ainda incorpora o mesmo espírito, mas com uma frescura que a faz parecer muito atual. Até alguns anos atrás, quando se falava em Royal Enfield, pensava-se logo nas nostálgicas dos anos sessenta, então, a marca fez uma boa operação de reposicionamento, com o envelhecimento e a expansão da linha.

Agora quando se diz Royal Enfield, pensa-se numa moto de espirito recente, que até os jovens gostam, procuradas algumas nas combinações cromáticas que as tornam tão belas.

Década de 1950

Como o nome indica, a Trials Works é uma homenagem à Royal Enfield, com o qual Johnny Brittain dominou os International Six Days Trials de 1949 a 1965. Em particular, lembra a versão de 1949, na era revolucionária, graças à solução do braço oscilante com amortecedores de óleo. O guiador com barra transversal, pneus cardados e não poderia faltar o escape alto para completar o efeito.

Tecnologia

O motor da Trials é o mono clássico de 498 cc refrigerado a ar, com 27,2 cv às 5.250 rpm e 42,3 Nm às 4.000 rpm. A fonte de alimentação é a injeção eletrónica Keihin, tem cinco velocidades e o sistema de travão a disco, com ABS de dois canais.

No que diz respeito ao painel de instrumentos, os números dos odómetros que parecem-se com os dos medidores de gás antigos e duas luzes indicadoras (reserva e motor) colocadas lado a lado.

Dadas as origens declaradas off-road das Bullet Trials, o terreno para curtir esta moto são os caminhos de terra, pequenos cursos de água, graças ao baixo peso e ao baixo centro de gravidade.

Então, se procura uma moto que subverta as suas certezas ou que revele as alegrias primordiais do motociclismo, a Trials é perfeita. Tem tudo o que precisa para conduzir com um sorriso. O essencial, conforto, prazer de conduzir, facilidade, economia e até glamour.