Teste: CF Moto 650 GT – Receita de Chop Suey motociclístico

Receita:

. 1 dose de desing austríaco da Kiska,

. 3 doses de suspensões japonesas da Kayaba,

. 3 doses de conjuntos de travagem espanhóis da  J.Juan

. 1 dose de sistema ABS alemão da Continental

. 1 soberbo motor de 2cilindros de 650cm3 utilizado também pela Kawasaki

. 1 sistema de injecção alemão da Bosch

. 1 painel TFT

. 1 ecrã regulável

. 2 pneus alemães da Metzeler

Servido num prato requintado de excelente qualidade pelo mestre chinês CFMoto, com 30anos de experiencia no fabrico de motos.

Aconselha-se atestar bem e saborear por estradas e paisagens de encantar, desfrutando deste manjar dos deuses asiáticos.

Foi assim que partimos à descoberta, tal qual Marco Polo.

Desta vez não para comercializar especiarias, mas para descobrir em terras de Sua Majestade esta criação que veio do Oriente.

Uma combinação incrível em que conhecimentos partilhados entre europeus, japoneses e chineses se revela numa moto incrível com um preço bastante apetecível.

Apesar de nos últimos tempos devido a pandemia muitos motociclistas ficarem apreensivos, a verdade é que o modelo testado revelou-se impressionante.

Um motor suave, desing soberbo e pormenores onde se nota que nada foi deixado ao acaso para agradar a todos os gostos.

Realizaram o teste, Alberto Ramos, Americo Sobral e Paulo Baltazar motociclistas a residir no Reino Unido com experiencia em motos de várias cilindradas e de diferentes estilos nomeadamente turísticas e desportivas, e acompanhados por Ana Tadeu e Marlene Vieira que assim puderam testar sobre a posição de pendura.

Estes motociclistas vieram assim participar num teste-drive diferente, saboreando as belíssimas estradas de Southend-on-Sea com a ajuda do concessionário da CFMoto, Pass Bike.

 

Assim na opinião de todos, esta moto é adequada para percursos citadinos e turísticos estando equipada com um motor que surpreendeu pelas suas prestações a baixa e media velocidade sendo bastante extensivo e assim alcançando velocidades mais altas de forma suave.

Excelente posição de condução com escalonamento da caixa bastante preciso, suspensões suaves que podem ser regulada atrás com facilidade e travões que oferecem muita segurança ao motociclista.

Um vidro frontal, que podendo ser regulável oferece uma enorme protecção, sendo uma mais-valia para viagens de longo curso.

Uma moto em que denota-se um cuidado do fabricante para os pequenos detalhes e com excelentes acabamentos assim como estando equipada para o utilizador moderno com tomadas de corrente usb e de isqueiro.

Adequado para o uso de telemóveis e gps. Um excelente ecrã TFT que mesmo com luz solar intensa permite que se leia em andamento sem qualquer problema.

Com dois níveis de regulação da prestação do motor podendo alterar entre sport e turístico.

Incluindo umas malas com boa capacidade de carga e podendo facilmente acomodar um capacete fechado.

Pormenores negativos é a regulação dos espelhos, sendo que cria ângulos mortos com enorme facilidade e por isso limitando à visão para o motociclista.

Realmente um ponto a rever pela marca, pois poderá dificultar ao utilizador menos experiente.

E no caso do pendura, o assento de poucas dimensões para uma moto que é uma turística e por isso adequada a viagens onde o conforto é um factor essencial.

Opinião geral, uma excelente moto e que surpreendeu acabando por vencer o estigma inicial devido a enorme concorrência do mercado japonês.

Aconselha-se por isso que façam um teste-drive para que fiquem surpreendidos como nós ficamos.

Especificações

o    Potência: 60.35cv às 8,750rpm

o    Binário: 56Nm às 7,000rpm

o    Motor: 650cc refrigerado a líquido de duplo cilindro paralelo

o    Altura do assento: 795mm

o    Peso: 218kg

o    Caixa: 6 velocidades

o    Injeção de combustível: Bosch ECU

o    Pneus: Metzeler  Frente: 120/70R17 Trás: 160/60R17.

Equipamento

o    Bosch eletrónica e  ECU

o    Travões: J.Juan

o   ABS duplo

o    2 modos de condução (turístico e desportivo)

o    Design Kiska

o    Capacidade do deposito: 18 Litros

o    Forquilhas dianteiras em USD e monoshock traseiro ajustável

o    Faróis em LEDs

o    Assento do pendura separado

o   Painel de instrumentos em TFT com indicação de nível de gasolina, engrenagens, trip, relógio, velocidade e conta-quilómetros parcial e total.

Texto e fotos: Ride Like Wind