MotoGP: piloto da Ducati acusa a Honda por não haver wildcards

Michele Pirro não gostou de saber que não vai alinhar em nenhuma ronda da temporada de 2020.

O piloto de testes da Ducati, Michele Pirro, não gostou de saber que a temporada de MotoGP não vai contar com os tradicionais ‘wildcards’, que permitem aos pilotos de testes alinharem em algumas rondas do mundial, depois da pandemia de covid-19, que obrigou ao adiamento e cancelamento das primeiras rondas da nova época.

O piloto italiano que deveria alinhar nas rondas de Mugello, Misano e Valência, reforçando assim o contingente da marca Borgo Panigale, acusou a equipa da Honda de estar por detrás da decisão, de forma a prejudicar Jorge Lorenzo.

Michele-Pirro

“Talvez a Honda queira fazer com que Jorge Lorenzo não corra por ter ido para a Yamaha”, sublinhou o piloto italiano da Ducati.

A resposta ao piloto de testes da equipa de Borgo Panigale surgiu através de Alberto Puig, diretor da equipa da Honda que lamentou as declarações do piloto de testes da Ducati.

“O comentário de Pirro é lamentável e inapropriado. Acho que o Pirro deveria saber que na Honda respeitamos o Jorge Lorenzo. Terminamos a relação que tínhamos com Lorenzo no final da última época e desejamos o melhor para o seu futuro”, sublinhou Alberto Puig.