Jack Miller será hipótese para a Ducati em 2021

O responsável da Pramac espera que Jack Miller integre a equipa oficial da Ducati de MotoGP em 2021.

Francesco Guidotti considera que o seu piloto tem valor para ser incluído na formação oficial da marca de Borno Panigalle, depois de uma temporada de 2019 onde obteve cinco pódios e foi oitavo no campeonato, o segundo melhor entre os representantes de equipas independentes.

Miller terminou a 11 pontos de Danilo Petrucci, o segundo piloto da Ducati, que consegui mais um ano de contrato depois da sua vitória em Mugello, pelo que o diretor da formação ‘satélite’ Pramac considera o australiano um forte candidato ao lugar do italiano no próximo ano.

 “A situação mais lógica será Jack ir para a equipa de fábrica”, afirmou Guidotti ao site oficial do MotoGP, sublinhando: “Depois de um difícil primeiro ano (2018), penso que no ano passado mostrou um potencial muito bom. Deu um grande passo em frente. Ele está pronto para a equipa de fábrica”.

Jack Miller

O ‘patrão’ da Pramac confirma contactos entre as duas partes: “No que diz respeito a Jack ele está em negociações, e tanto quanto sei ainda não está concretizado. Mas, é cçaro, das duas partes há a intenção de fazer o acordo. Penso que está perto”.

Francesco Guidotti baseia as suas expetativas no facto de Jack Miller ter recusado um contrato bem pago da KTM para que fosse o substituto de Johann Zarco no ano passado, e também por não estar ainda garantida a continuidade futura de Andrea Dovizioso na Ducati.